quinta-feira, 16 de outubro de 2008

PROFESSORES...

Há algo em nós que, a despeito do abandono em que nos
colocam os detentores do Poder país afora, RESISTE!

Há algo conosco que, mesmo as clientelas alienadas,
formatadas pelas telas Globais, desmerecerem nosso
legado e valor, PERSISTE!

Há algo entre nós que, mesmo ignorados por quem pensa
formar opinião neste país; mesmo havendo um silêncio
generalizado, produzido por uma sociedade indiferente
às nossas carências, SOBREVIVE.
PERDURA EM NÓS A DIGNIDADE!
A dignidade de quem, vocacionado, segue e crer apesar do obscuro.
Somos dignos, colegas, pois somos sacerdotes na condução da

instrumentalização de uma sociedade menos alijada dos seus direitos.
Trazemos decência, tolerância, solidariedade, digo: ESPÍRITO ALTRUÍSTA!
Somos grandes porque para isso nascemos.
E crescemos mais ao sonharmos no Tempo com os que ainda
sairão da ignorância via nossas mãos, via o mecanismo mais
ameaçador que existe: O MECANISMO DO PENSAR.
Vivas ao cotidiano!

Marcilon Oliveira

7 comentários:

M@ disse...

Realmente temos que ter em nós a consciência que somos responsaveis pela transformação da sociedade...

Nercy Luiza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nercy Luiza disse...

Há movimento transformador, muito lento, mas há. Muitas vezes noto isso em alguns de meus alunos, e isso, sem dúvida, refletirá de alguma forma em toda essa engrenagem chamada EDUCAÇÃO... Assim, maiúscula.

Meu beijos azul

Cássio Augusto disse...

Olá companheiro...

Fizemos uma pequena mudança no endereço eletrônico do Blog, como primeiro passo para mudanças maiores que estão por vir. Agora nosso endereço é: www.cassionl.blogspot.com acesse, comente, divulgue e contribua!!!

Atualize, por favor!!!

Marcilon Oliveira disse...

Certo Cássio, ATUALIZADO.

Obrigado pela NOBRE visita, Querido.

Abraços petistas!!! ^^

Marcilon Oliveira disse...

Você usando maiúsculas, Nercy?
Animador... ;)

Presumo que você esteja começando a entender minha tese sobre as maiúsculas... ehehehe

Beijo!
Amo-te! =D

Marcilon Oliveira disse...

Isso Maria!

Nós e, apesar de muitos não darem muito valor a esse fato, reside em nós o compromisso pela mudanças; não apenas das mudanças sócio-econômicas em nossa categoria, mas das mudanças estruturais da sociedade como um todo.

O ruim é que, geralmente, esperamos a mudança vinda de cima, do poder instituído e que ela nos consagre os valores.

Beijo e obrigado por ser essa visitante tão assídua. ;)

^^