sexta-feira, 21 de março de 2008

EXORTAÇÃO AO AFECTO.

Do púlpito em mim - ao entorno de minhas vaidades -

vanglorio-me de não mais acovardar-me ante o inusitado;
aprendi com amargas, e por vezes insólitas vivências de cá dentro,
que devo arrancar-me em direção a um olhar desestabilizante
de Felicidade.
De cá - de onde muito se vê o desatino alheio - rogo aos páreas
que fujam da vida abastada dos que pensam muito entender,
ou que sabem muito do que pensam compreender...
Que o Medo Instituído pela Moralidade, não nos limite o Espírito,
e que este, muito se tenha livre para julgar grandes,
os pequenos desafios da compreensão simples nas coisas complexas.

Que a instrumentalização da compreensão a esse Tempo imposta,
não nos condicione um entender truncado nas obviedades dos conceitos
temporais...
Amemos e Sonhemos na incondicional desordem do instinto;
sejamos plenos naquilo que não pudermos levar às plenárias,
edifiquemos em nós o plural deleite do compreender austero do
afeto em nós determinante e desejado.

Sem Medos; assustemos, se nisso provocados.
A outorga aforada dos que muito pensam saber ir-se-á débil
como o são os do Agora.


Marcilon Oliveira
In construcion

5 comentários:

Walmir disse...

Depois de longa ausência, volto às suas escrituras, cada vez melhores.
Fiquei fora mercê de uns transtornos.
Na volta encontro sua bela exortação.
Paz e bom humor, sempre

Walmir disse...

rELI. CONTINUO CONSIDERANDO QUE SE TRATA DE UMA BELA REFLEXÃO.
PAZ E BOM HUMOR, SEMPRE.
http://walmir.carvalho.zip.net

dulce disse...

Quem dera porder te dar um oscar, mas eres tão incrivelmente simples que um aplauso te basta, teus escritos me alimentam, que maravilhoso é conhecer alguém do teu porte ideologico e poder felizar-me ao te chamar de amigo, um forte abraço, meu lindo e querido professor. Felicidades para nois, merecemos porque somos mais...

Marcilon Oliveira disse...

Notei, Caríssimo!

Você é sempre muito generoso comigo.

Abraço!

Marcilon Oliveira disse...

Minha linda ex-aluna Dulce!
(HOJE NA ESPANHA)

Você, minha querida, como sempre GENEROSA comigo...

Você sim ESCREVE MUITO BEM.


Beijos de saudades...


^^